Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patrícia Lobo

Deixei de escrever no dia em que nos deixámos

11.08.18 | Patrícia Lobo

Dantes, sabia escrever sobre aquilo que me magoava. Colocava nas palavras tudo aquilo que não podia ser ouvido por ninguém. Eram palavras que sabiam a dor e a lágrima. E eu fazia disso a minha arte.

Depois, conheci-te. A minha visão do mundo ficou menos carregada e mais suave. Escrevia sobre ti, o teu sorriso e a forma como me fazias sorrir também. Aprendi a moldar as palavras à felicidade que sentia, por mais breve que fosse. Palavras essas que amoleceram, assim como o meu coração.

Dei-te tudo de mim e não sobrou mais nada para continuar. Nem felicidade; nem mágoa. Apenas vazio.

Deixei de escrever no dia em que nos deixámos.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.