Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patrícia Lobo

Patrícia Lobo

...

17.06.13, Patrícia Lobo
Deixei de acreditar nesse teu amor. Esse amor que te dá murros em vez de borboletas na barriga; que te mata em vez de te renascer. E a cada dia, um pouco mais de ti se vai perdendo. Um pouco mais de ti se torna irreconhecível aos meus olhos. Negra, a alma de um ser outrora possuidor de luz própria. Como te perdeste? E como é que eu não estava lá para te impedir? Desculpa, mary.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.