Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patrícia Lobo

Sobre livros, projetos de leitura e outras coisas da vida

Patrícia Lobo

Sobre livros, projetos de leitura e outras coisas da vida

Desilusão

15.02.15, Patrícia Lobo
Eu juro que tento ser forte. Tento não pensar tão negativamente nas coisas e, sobretudo, não me iludir com certas atitudes. Mas o meu pior defeito é ser demasiado transparente. É como se tivesse escrito na testa tudo o que sinto, sem conseguir disfarçar ou pôr esse sentimento de parte. E se há algo que não consigo esconder é a desilusão. Entranha-se na minha pele e toma o seu lugar, ficando à disposição de olhos alheios. Muitas vezes, faz com que pareça uma pessoa fria, mal-educada até, quando na verdade os meus olhos apenas se querem encher de lágrimas, porque o coração está a sentir demais. Dor a mais.

10 Dias || 3 coisas que gostaria de esquecer

08.02.15, Patrícia Lobo
O desafio do dia de hoje foi bastante complicado para mim. Não há realmente algo que queira esquecer. Tudo o que já me aconteceu na vida, de bom ou mau, guiou-me para a pessoa que sou hoje. São momentos que fazem parte de mim e que, de alguma forma, me deixaram mais forte. Ainda assim, aqui vai!
  1. O dia em que soube que a minha avó tinha cancro da mama. Queria esquecer se isso significasse que ela estaria bem agora.
  2. A primeira vez que me partiram o coração.
  3. A minha primeira negativa a Matemática!

10 Dias || 4 coisas que nunca esqueci

07.02.15, Patrícia Lobo
São poucos os anos de vida ainda, mas este é um resumo daquilo que me fez sorrir e chorar e que nunca esquecerei.
  1. No meu último aniversário, o meu pai fez-me a maior surpresa de sempre e apareceu de surpresa em nossa casa. Já não o via há sete meses porque ele estava, e está, a trabalhar em Angola.
  2. 11.11.11 & 10.03.2014. Dois concertos, uma banda! Scorpions é uma das melhores bandas de sempre e eu tive o privilégio de os ver duas vezes. Duas vezes!
  3. No meu 10º aniversário, nadei com golfinhos no Zoomarine, em Albufeira. Presente do meu padrinho. Uma experiência para a vida!
  4. Há uns anos atrás, os meus pais tiveram um acidente de carro. Um condutor adormeceu ao volante e embateu de frente no carro dos meus pais. Quando soube da notícia o meu mundo desabou. Chamem-lhe milagre ou pura sorte, mas os meus pais saíram praticamente ilesos e pelo próprio pé de dentro do carro que ficou totalmente destruído na parte da frente. 

Pág. 1/3