Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patrícia Lobo

Sobre livros, projetos de leitura e outras coisas

Patrícia Lobo

Sobre livros, projetos de leitura e outras coisas

...

13.06.12, Patrícia Lobo
Parti em busca de mim, procurando a alma perdida que outrora pertenceu a este corpo. Não sei onde a perdi. Talvez ainda esteja junto dos restos mortais de um amor antigo. Cruzei dúvidas e tropecei nos meus próprios medos, mas nunca desistira. Mas a minha alma incendiou-se com a última chama acessa daquele amor. Num momento, tinha tudo. Num outro, nada tinha. De mente perturbada, corri para longe daquele sítio, sem decorar os caminhos que percorrera. Agora, não sei onde estou. Perdi-me num labirinto por mim criado.

...

12.06.12, Patrícia Lobo
Não sabes se o que sentes é amor? Quando ouves o seu nome, sentes um aperto no estômago? Quando o vês, o teu coração bate mais depressa? E no momento em que ele te cumprimenta com um doce beijo na cara, desejas que a sua boca deslize até encontrar os teus lábios? Quando falas com ele sentes que as palavras se enrolam na tua garganta? E quando ele te olha ou quando te sorri, tu sentes que estás prestes a derreter? Agora sabes que o que sentes é amor.

...

11.06.12, Patrícia Lobo
E quando menos esperas, tudo acontece. O problema é que eu morro de saudade do teu abraço. Não consigo parar de pensar no dia em que te ouvirei dizer que sou a mulher da tua vida. E parece que nada está certo quando estás perto e, ao mesmo tempo, tão longe. Porque eu não sei viver sem esse sorriso. Porque não consigo não esperar por ti.

...

10.06.12, Patrícia Lobo
If I'm not made for you, then why does my heart tell me that I am? Is there any way that I could stay in your arms? 'Cause I miss you, body and soul, so strong that it takes my breath away and I breathe you into my heart and pray for the strength to stand today. 'Cause I love you, whether it's wrong or right. And though I can't be with you tonight, you know my heart is by your side.

...

06.06.12, Patrícia Lobo
Tentei encontrar o amor noutro lugar. Aquele amor que me enche o peito e faz ecoar em mim harmoniosas melodias. Que me faz corar. Que me faz sentir que a felicidade é tão palpável quanto a tua mão. Procurei o amor onde sentisse tudo o que esperei de ti. Aquele amor que pensei existir em nós. Que me fez sorrir. Que me fez cega quando a única coisa que queria era ver-te em mim. Encontrei um amor sem saída, que regressa sempre e que tem as letras do teu nome.

Pág. 2/2